Tal mãe, tal filha

V: Vais escrever sobre o quê?

S: Sobre a fita cor de rosa que tu usas quando andas nas limpezas e arrumações cá em casa.

V: Ahahahah! Nem penses! Isso é segredo!

S: E sobre o teu “problema” com as tecnologias, posso ?

V: Qual problema? Eu sou altamente tecnológica!

S: Sim, claro. E eu sou atleta de alta competição.

V: Aí está algo em que somos “tal mãe, tal filha”, o desporto. Não somos propriamente fãs mas praticamos porque sabemos que faz bem à saúde. E mais? No que é que somos mesmo parecidas?

S: Nas arrumações, na “alarvice” gastronómica, no dormir no cinema…

V: Na alarvice gastronómica? Fala por ti! Quem te vê, magra e elegante, não diz que és uma “galifona”! Sempre a perguntar “o que vamos almoçar? O que vamos jantar?” Até quando andamos em viagem. Contigo é impossível “saltar” uma refeição. Por falar em viajar…aí está uma coisa boa que herdaste de mim. Essa “fome” por conhecer o que está para lá das nossas portas! E tudo começou com a primeira das nossas “Viagens de Aniversários”. Queres contar?

S: Sim, posso escrever sobre isso. Ora bem, a nossa primeira “Viagem de Aniversário” foi no meu 15º aniversário. Eu queria muuuuuuuuuito ir a Londres e tu, como mãe espectacular que és (nota-se muito que quero continuar a fazer estas viagens ?!), fizeste-me a vontade! No dia do meu aniversário, depois do meu momento preferido do dia, o bolo de anos, ofereceste-me um guia de Londres com uma dedicatória toda fofinha e disseste-me que iríamos no fim-de-semana antes dos teus anos (uns dias mais tarde). E assim começou, em Fevereiro de 2010, a nossa tradição.

21.02-233

Seguiu-se Paris, onde comemos tãaaaaooo bem! Subimos a Torre Eiffel pelas escadas (Meu. Deus.), corremos todas as lojas dos Champs-Élysées, perdemo-nos no Louvre, comemos maravilhosas baguettes com camembert (sim, a comida outra vez) e até fizemos um daqueles cruzeiros pelo Sena!

25.02-081

Em 2014 foi a vez de Praga! Uma estreia para as duas. (Uau! Ir a um sítio onde tu nunca tinhas ido!) Praga conquistou-me. Arrisco até dizer que prefiro Praga a Paris. O ambiente de filme, o frio de rachar, as lojas de produtos naturais, os trdelník!! Tudo maravilhoso!

25.02-075

O último destino, em Fevereiro deste ano, foi Berlim. Outro interesse que partilhamos é a história da 2ª Guerra Mundial, e por isso a Alemanha estava, obviamente, na lista. Aí sim, estava mesmo muuuito frio, como eu nunca senti. Ao ponto de, nós, pessoas que gostamos de conhecer tudo a pé, nos enfiarmos num hop-on-hop-off bus e nunca sairmos. Não posso dizer que tenha sido das minhas cidades preferidas mas as únicas viagens desperdiçadas são aquelas que não fazemos!

E agora, com o mês dos nossos aniversários a aproximar-se, qual será o próximo destino?

Sofia

“Girls become lovers who turn into mothers. So mothers, be good to your daughters too”

19 Comments

  1. Tão bonito essa cumplicidade 🙂

  2. Margarida Moura (Mags)

    Uma relação destas tem tanto para e por contar.
    Uma cumplicidade que dava para fazer uns quantos filmes. Fica a dica! 😉

  3. Vânia Jesus

    Simplesmente genial….
    Adoro ver uma relação de mãe e filha assim…
    Boas viagens 😉 🙂

  4. a verdadeira questão é: a vanda tem idade para ter uma filha com 20 anos?

  5. Maria João Simões

    ADOREI! Bela cumplicidade! Bela ideia! Que idade tem a filha ? Continuação de boas Viagens!

  6. Estou prestes a mudar-me de Praga onde estou a morar há mais de 2 anos. Fico contente por terem gostado da minha cidade!! Praga é linda!!
    Eu convidava-as a visitarem a minha próxima cidade no ano que vem, Goteborg, na Suécia, mas acho que Fevereiro não é o melhor mês porque há por lá chuva horizontal 😉

  7. Adorei o post!
    Também partilho com vocês essa sede de conhecer o que está além portas.
    Fiquei com muita curiosidade de conhecer Praga….
    Fico à espera de um post com dicas do que ver em Praga 😉
    Beijinhos às duas!

  8. Mas…. é minha ignorância, eu sei… Não fazia ideia que tinha uma filhota e… tão crescida e linda! Parecem irmãs 🙂

  9. Eu tenho uma tradição idêntica à vossa que partilho com a minha prima há um pouco mais de tempo do que vocês, ambas fazemos anos em junho e, desde que atingimos “maioridade financeira”, que fazemos pequenas extravagancias de passar o aniversario num destino à escolha 🙂
    Gostei particularmente da expressão “as únicas viagens desperdiçadas são aquelas que não fazemos!”

  10. Parabéns!
    Ainda não completo mas promete o blog da Vanda 🙂

  11. Muito bom de ler!! A Vanda da rádio mais próxima do cidadão comum. Cumplicidade maravilhosa. Bjinhos ás duas.

  12. Susana Ferreira

    Acaba de chegar e já a adorar. Que delícia de post! 🙂
    Sente-se a cumplicidade e o valor desta experiência partilhada, cheia de significado. Tradições destas é o que se quer <3
    Quanto a mim, viagens e comida é simplesmente a combinação mais perfeita possível. E Praga um sonho, ainda… 🙂

    Bjinhos e Parabéns pelo cantinho!

  13. Vanda, adorei o blog. Parabéns pela iniciativa! Se precisares de alguma dica de design do blog visita a minha página 🙂

    Um beijinho,
    The Blogland | Um Blog para Bloggers

  14. Tao bom essa cumplicidade, essa amizade. Parabens.

  15. Parabéns, vanda vocês são lindas.
    Adoro ouvir vc, não sabia que tinha um blog passarei a ler.
    Quando puder visita o meu.
    Beijos
    http://www.lunogueira.com

  16. Tenho tanto orgulho nas minhas primas lindas!! 🙂

  17. Lucilia Ramos

    Vanda não conhecia esta página e mais vale tarde do que nunca, e ao ler o seu texto tal mãe tal filha amei perceber que somos tão parecidas no orgulho de mãe que sentimos, na ligação que tem com a filha que tanto identifico com a minha e até a coincidência que amei dos aniversários viagens, também eu com a minha filha aos 9 anos comecei a fazer o aniversario viagem, ela ama e eu adoro, e o primeiro foi por coincidência Londres, que por acaso este ano repetimos, e também em Paris fizemos exatamente as mesmas coisas…são tão bons estes momentos de mãe e filha, mais que as viagens são as vivências das duas que tornam todos os momentos inesquecíveis, parabéns pelo seu trabalho, e hoje as manhãs ficaram sem dúvidas mais tristes continue a ser quem é e muita força, beijinho

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.