Janeiro: Ir

Ao cinema ver “A Rapariga Dinamarquesa”. Foi a minha primeira escolha para começar 2016 mas quando fui comprar os bilhetes a sessão já estava com lotação esgotada. Não admira. É o filme de que toda a gente fala e, pelos vistos, justamente. Diz quem já viu que Eddie Redmayne pode mesmo arrecadar mais um Oscar com este filme onde faz o papel de um transexual . Estou mortinha para ver!

6585

Não sei quando é que sai de cena mas espero ter ainda tempo para ir ao Auditório do Casino Estoril para ver a peça encenada por Beatriz Batarda e que junta em palco Bruno Nogueira e Miguel Guilherme.

5568126_orig

Já lá foram mais de 50 mil pessoas; falto eu! Um dia destes há-de ser dia de ir até à Cordoaria Nacional onde decorre a exposição  Real Bodies – Descubra o corpo humano’, apresentada como a “maior e mais completa exposição de órgãos e corpos humanos reais”. Há quem diga que tem tanto de interessante quanto de assustadora mas sendo eu fã do Walking Dead não me parece que seja coisa para me fazer fugir de lá.

7440678_770x433_acf_cropped

Bom 2016!

Vanda

2 Comments

  1. Ana Costa

    Vi o filme e fiquei enternecida com a performance do Eddie Redmayne… Duma delicadeza e duma simplicidade impressionantes. Mas devo dizer que a Alicia Vikander é, na minha opinião, ainda mais, muito mais! Isto porque ela transparece uma força e uma determinação inspiradoras… Ao mesmo tempo, os seus olhos passam a desilusão de alguém que vê o seu amor partir ali mesmo ao seu lado sem nada poder fazer, a não ser acompanhá-lo e ampará-lo.
    Um filme para os Óscares, sem dúvida!

  2. O filme está na lista para “ir” 🙂
    A exposição, vi em NY e o que mais me fez impressão foi a parte dos fetos 🙁 e más deformações. O resto é mesmo ciência 🙂 gostei muito!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.