Lombinhos de Porco com Alecrim e Arroz de Ervilhas

Não sei se também acontece assim nas vossas casas mas na minha o forno é muito menos usado quando os dias começam a ficar mais quentes.

Afinal, quem é que quer ficar com a cozinha ainda mais quente quando a temperatura do ar já está alta? Para além disso, na Primavera e no Verão apetecem comidas mais leves, mais frescas; saladas e afins, certo?

Pois é. No entanto, há pratos que não quero deixar de fazer só porque está mais calor e este é um dos meus “pratos assinatura”! (Olhem para mim a falar à Chef! Espero que o Jamie Oliver não venha aqui ler isto. Ouvi dizer que ele visita o meu blog de vez em quando…)

A verdade é que é um prato que me sai sempre bem e de que os “clientes” cá de casa gostam muito.

O toque primaveril é dado pelo arroz de ervilhas.

(A propósito, fiquei fã das ervilhas da Iglo. São d-e-l-i-c-i-o-s-a-s! )

Lombinhos de Porco no Forno

Como se faz:

Ligar o forno.

Temperar o lombinho (ou lombinhos) com alho, pimentão doce, azeite, sal e pimenta. Adicionar umas nozes de manteiga. Regar com o sumo de duas laranjas, juntar uma folha de louro e o alecrim.

Assar durante 75 minutos a 180 graus.

Lombinhos de Porco no Forno

Para o Arroz de ervilhas vão precisar de cebola e alho picados que levam a refogar em azeite. Juntem depois o arroz lavado e escorrido e deixem absorver a gordura.

Juntem água a ferver, temperem com sal e cozam por 15 minutos. Se quiserem podem juntar nesta altura as ervilhas. Eu juntei só a dois ou três minutos do final da cozedura porque as ervilhas da Iglo não precisam de mais tempo a cozer.

Lombinhos de Porco no Forno

Lombinhos de Porco no Forno

Lombinhos de Porco no Forno

Lombinhos de Porco no Forno

Lombinhos de Porco no Forno

Lombinhos de Porco no Forno

E pronto! Cá está mais uma receita fácil! Amanhã chega ao fim este desafio que a Iglo me lançou, “5 dias, 5 jantares” e para além de mais um prato, por ser sexta-feira, vou acompanha-lo com Sangria de Espumante! Porque depois de uma semana de trabalho, nós merecemos! É, ou não é?

 

0 Comments
Previous Post
Next Post