It (was) the most wonderful time of the year

É véspera de Natal e o aroma que vem da cozinha começa a espalhar-se pelo resto da casa. Abóbora cozida, erva doce, aguardente e tangerina, quatro ingredientes das filhoses da minha mãe que ela faz na minha cozinha com a ajuda da minha filha. Daqui a pouco hei-de juntar-me a elas para ajudar a amassar e a embrulhar a tigela com a massa, primeiro num pano de cozinha, depois numa manta. “Deus te acrescente e dê para muita gente”. Já sei as palavras de cor, oiço-as há muitos anos naquela que é para mim, e para a minha filha, uma das nossas tradições preferidas desta quadra. Adoro o Natal. Os aromas tão típicos desta época. Fazer a árvore e decorar a casa. Pôr a mesa bonita. Ouvir músicas de Natal. O tempo frio lá fora e a minha casa quentinha.

Daqui a pouco vamos ser onze à mesa e há-de ser um bom jantar, animado e cheio de histórias partilhadas.

Não há natais perfeitos nem, acho eu, famílias perfeitas. E falta sempre alguém à mesa. Os que já cá não estão, os que não podem ou não querem estar. Mas, ainda assim, adoro o Natal. E continuo a achar que é a época mais bonita do ano.

Fotos: Carla Trindade

Make Up: Priscila Verissimo

One Comment

  1. Madalena Queiroz

    Já estava com saudades de a ler!
    Adoro o Natal também e acho a sua família um máximo!
    Um óptimo ano para si!
    Beijo enorme!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.